quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Natal no Seridó

O terreiro bem varridinho,
a vassoura encostada à janela da casa,
Bom-dia e Boa-noite saudando a todos,
o pote cheio, o caneco areado e
brilhando, a chaleira em cima do fogo
de brasa, a cama bem forrada com uma
colcha de fuxico, um vestido de chita
engomado e no camiseiro para a missa
da noite santa, um chapéu de couro
pendurado num mourão, uma imagem
de Nossa Senhora e o Menino Jesus na parede
enfeitada por um rosário de contas azuis,
um gato dormindo no tapete de retalho, um
chocalho sininando, um galo anunciado:

É Natal no Seridó.

Maria Maria

3 comentários:

José Carlos Brandão disse...

"É Natal no Seridó." Nem precisava um galo anunciando. Que bonito!

Claudia G disse...

Será que você conhece o Joanilton de Acari (RN)? Estou precisando de uma foto dele e não consigo achar seu e-mail ou telefone. Meu e-mail e guerracla@gmail.com

Obrigada
Claudia Guerra

Aliás, o Seridó é muito bacana!

icaro disse...

Maria José, vc sempre apresenta essas coisas lindas e delicadas pra nós que temos a sorte de te ler. tenho um carinho especial por vc e suas histórias mesmo que nos vejamos pouco...Vc ilumina por onde passa e deixa a gente mais apaixonada pela vida.
Um beijo, amei a poesia.
Elina Carvalho